A técnica de infiltração é realizada por meio da aplicação de uma injeção com diversos tipos de medicamentos direto na articulação, músculo ou tendão. Ela pode ser utilizada para tratar casos de artrose, bursite, tendinite, capsulite adesiva entre outros problemas.

Ao ser aplicada diretamente, é possível utilizar uma dose menor da droga, aumentando seu efeito no local e evitando efeitos colaterais.

 Os tipos de infiltrações nos ombros podem ser diversos, como:

· Infiltração subacromial: é normalmente feita para tratar bursite e tendinopatia do ombro. Também pode ser utilizada na tendinite calcária;

·  Bloqueio do nervo supraescapular: trata a capsulite adesiva (ombro congelado);

· Infiltração acromioclavicular: é utilizada para a artrose ou sobrecarga da articulação acromioclavicular, que fica na parte final (distal) da clavícula;

· Infiltração articular (glenoumeral): faz o tratamento da capsulite adesiva e da artrose do ombro;

·  Infiltração ao redor do tendão da cabeça longa do bíceps: as infiltrações desta região podem auxiliar no tratamento dessa afecção, com ótimos resultados;

·  Pontos gatilho: os pontos gatilhos são conhecidos como nódulos miofasciais ou “trigger points”, caracterizados por pontos duros e dolorosos em algum músculo. Infiltrações podem ser realizadas com anestésicos locais ou até mesmo sem medicações para aliviar os sintomas.